Publicações OAB-GO

30/04/2021 10:00

OAB-GO, ESA e Cufa Goiás firmam parceria para lançar projeto Advocacia Humana

Para unir esforços às ações beneficentes voltadas à população vulnerável socioeconomicamente, a Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO), a Escola Superior de Advocacia (ESA-GO) e a Central Única das Favelas (Cufa) em Goiás assinaram convênio nesta sexta-feira (30 de abril) para realizar em conjunto o projeto "Advocacia Humana".

A iniciativa consiste na arrecadação de alimentos e cestas básicas que serão doadas à população residente nas periferias das cidades goianas. Dados da Cufa Goiás demonstram que mais de 400 mil pessoas no estado vivem em condições abaixo da linha da pobreza, com renda de R$10,00 por dia.

As doações podem ser feitas por transferência bancária via Pix (chave CNPJ: 37.696.698/0001-31). Conforme os termos do acordo, a Cufa Goiás é responsável pelo recebimento e entrega das doações. Ao final da campanha, irá elaborar relatório com o levantamento da quantidade de doações recebidas e entregues às famílias beneficiadas. Saiba mais informações sobre como doar aqui.

A parceria tem vigência de 12 meses, podendo ser prorrogada.

O diretor-tesoureiro da OAB-GO, Roberto Serra da Silva Maia, afirma que nesse momento difícil a solidariedade e a união da classe fazem a diferença. “Assinamos esse convênio para sensibilizar e unir a advocacia em prol das comunidades mais carentes. Se todos contribuírem com o que for possível, já conseguimos criar uma grande rede de solidariedade”, reforça.

O presidente da Cufa Goiás, Breno Cardoso, destaca que este é um primeiro e importante passo de união de forças entre as instituições. “A OAB-GO vem para engrandecer ainda mais as ações humanitárias da Cufa Goiás. Em seguida, podemos criar outras ações para levar conhecimento e instruir melhor essa parcela da população sobre seus direitos”.  

A conselheira seccional da OAB-GO e diretora-adjunta da ESA-GO, Luciana Lara Sena Lima, reforçou ser uma honra para a ESA participar desse projeto. “Conclamo toda a advocacia e toda a sociedade a participarem da iniciativa”, disse. 

A importância do engajamento da advocacia também foi destacada pelo diretor-adjunto da ESA-GO, Rafael Brasil. “A prática da advocacia tem relevância social e pode ir além da rotina do escritório. Esse é um primeiro passo rumo a mais projetos de incentivo à cultura, à educação e ao empreendedorismo. A ESA está à disposição para isso”.

As divulgações de mais informações e os desdobramentos das atividades do projeto serão divulgados nas redes sociais da ESA-GO (clique aqui para acompanhar).

Compartilhar / imprimir: