Publicações OAB-GO

28/03/2019 16:00

OAB-GO requer ao TJ-GO efetivação de juízes e mais estrutura nas comarcas de Niquelândia e Posse

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO) requereu à presidência do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) a efetivação de magistrados e a melhoria na infraestrutura das comarcas de Niquelândia e Posse, em agenda de reuniões na tarde dessa quinta-feira (28 de março), com o presidente, Walter Carlos Lemes.

Hoje, não há juiz permanente nas duas comarcas. Os atendimentos jurisdicionais são realizados por juízes correspondentes, lotados em outras comarcas, que vão até as duas cidades despachar e realizar audiências. Advogados locais reclamaram ainda da falta de servidores e de infraestrutura necessária, como computadores e mobiliários.

Na primeira reunião com o presidente do TJ-GO, Walter Carlos Lemes, a advocacia de Niquelândia relatou que, apesar de dois juízes de outras comarcas prestarem serviços jurisdicionais, em dias fixos da semana, o atendimento é insuficiente. "Queremos um juiz permanentemente na comarca e melhoria do atendimento jurisdicional", afirmou o presidente da subseção de Niquelândia, Leandro Pereira da Silva.

Na segunda reunião, a advocacia de Posse também manteve o pleito. "Há casos de urgência para serem julgados na subseção. O juiz correspondente tem 7 mil processos. Apesar do esforço do juiz em substituição, é preciso um juiz permanentemente", afirmou a presidente da subseção de Posse, Juliana Chaves Siqueira Lins.

Liderando a comitiva, o secretário-geral da OAB-GO, Jacó Coelho, destacou a importância de manter o diálogo entre advocacia e judiciário. "A OAB-GO prima pelo diálogo com o Judiciário, para que se possa resolver qualquer problema enfrentado por nossas subseções. É interesse da advocacia a prestação jurisdicional de qualidade", afirmou.

O presidente do TJ-GO, Walter Carlos Lemes, após ouvir as reivindicações, acolheu os pleitos e declarou que serão dados os devidos encaminhamentos para que os problemas sejm resolvidos.

Participaram das duas reuniões: o vice-presidente da Comissão de Acompanhando Forense, Tênio do Prado; o secretário-geral da comissão, Filemon Pereira Neves. Pela Comissão da Advocacia Jovem (CAJ): o vice presidente, Guilherme Di Ferreira; membros Isabela Souza, Éder Muniz, Grazielle Ribeiro.

Compartilhar / imprimir: