Publicações OAB-GO

30/03/2017 15:00

OAB exige readequação estrutural de comarcas antes de peticionamento digital

Por sugestão da Ordem das  Advogados do Brasil-Seção Goiás (OAB-GO), o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) acatou recomendação de implementação do novo sistema digital de peticionamento em comarcas do interior sem estrutura logística, apenas após adequação da rede de informática e capacitação de servidores, magistrados, promotores e advogados.

O presidente da Comissão de Acompanhamento Forense da OAB-GO, Fabrício Britto, diz que o objetivo é que a digitalização não interfira nas atividades jurisdicionais. “Nosso objetivo é que o trabalho nas comarcas não pare por conta deste processo e que os advogados e a sociedade, em geral, não fiquem prejudicados com isso. Frisamos que nenhum processo físico existente vai ser digitalizado”, afirmou.

Britto afirma que a digitalização ocorrerá em etapas. “O processo de digitalização no Estado vai acontecer de forma gradativa, iniciando pelas comarcas com maiores estrutura, como Aparecida e Anápolis. Durante este período, o TJ vai promover a adequação logística e capacitação das comarcas de menor estrutura, para que não haja suspensão das atividades”, explica. 

A reunião, realizada com o presidente do TJ, desembargador Gilberto Marques, ainda contou com a participação do presidente da Comissão de Direito Digital e Informática da OAB, Rafael Fernandes Maciel.

(Texto: Ricardo César - Assessoria de Comunicação Integrada da OAB-GO)  

Compartilhar / imprimir: