Publicações OAB-GO

19/12/2017 15:00

Oratória e media training são temas de palestra promovida pela OAB para advogadas

Para aprimorar o conhecimento em oratória e media training (treinamento de imprensa), a Ordem dos Advogados do Brasil- Seção Goiás (OAB-GO) reuniu na noite desta terça-feira (18 de dezembro) 40 advogadas, no auditório da seccional, para palestra com o jornalista João Camargo Neto – um dos maiores especialistas locais no assunto. 

O evento, realizado pelas comissões da Mulher Advogada (CMA), Especial de Valorização da Mulher (CEVM) e Especial das Advogadas Voluntárias (CEVA), marcou a última reunião do ano destas comissões.

Sobre o tema “Comunicação para Advogadas: oratória e media training”, João Camargo Neto passou orientações técnicas sobre comunicação profissional e relacionamento com a imprensa. “É preciso que todas estejam preparadas para serem boas fontes para a imprensa”, destacou.

João ressaltou ainda, que embora a palestra não fosse sobre feminismo, ali falava um “feminista e, sobretudo, um anti-machista e anti-racista,” que ora se engaja também, pessoalmente, contra o racismo e chama a atenção para a necessidade de se abordar esses temas.

Participação

A reunião conjunta contou com a presença das diretoras das Comissões: Ariana Garcia, Samara Carvalho e Rafaella Barbosa (CMA); Kátia Paiva, Thaís Moraes, Janine Almeida e Cristina Resende (CEVM); Eliane Simonini e Luana Sodré (CEVA), além de membros de outras comissões; da conselheira federal, Valentina Jungmann; da diretora-adjunta da OAB-GO, Delzira Menezes; das conselheiras seccionais Alline Garcia, Ana Carolina Ribeiro, Bartira Macedo, Dirce Guizzo, Maura Campos e Sara Mendes; das juízas do TED, Silvana Machado e Marli Marçal; e as advogadas Antônia Chaveiro e Sônia Caetano (pré-candidatas ao Quinto Constitucional).

A presidente da CMA, Ariana Garcia, diz que as comissões do segmento Mulher da OAB-GO têm desenvolvido trabalhos, ações e reuniões, discutindo direitos da mulher, aprimoramentos jurídico e profissional, e atividades solidárias no meio jurídico e dos operadores de Direito. “Têm feito a diferença no estudo e abordagem sobre esses temas, trabalhando em conjunto, em diversas oportunidades”, salientou.

A diretoria-adjunta da OAB, Delzira Menezes, destacou o importante papel da OAB de promover o aprimoramento de suas representantes. “Com eventos como este, trabalhamos pela valorização da mulher advogada, especialmente no exercício profissional, buscando ampliar o mercado de trabalho com remuneração condigna e igualitária”, disse.

A conselheira federal, Valentina Jungmann, analisou que “eventos como esse funcionam como mecanismos de integração da Mulher Advogada, além de especialmente contribuir para o aprimoramento do nosso relacionamento profissional com a mídia”.

Fortalecimento

Kátia Paiva (CEVM) ressaltou que a palestra foi de extrema importância, pois demonstrou o poder da mídia para fortalecer a carreira profissional.  “A Comissão Especial de Valorização da mulher tem como um dos seus objetivos incentivar a participação da mulher advogada em palestras, entrevistas e fóruns de trabalho, em nível local, regional e estadual”, afirma.

Eliane Simonini (CEVA) diz que o evento marca uma organização, visando à integração de todas as categorias profissionais exercidas por mulheres.

A advogada Grazielle Nunes Ribeiro, membro da Comissão das Advogadas Voluntárias, por sua vez, diz que a palestra foi importante e acrescentou à sua formação profissional. “A palestra me ajudou a refletir sobre como me comportar como advogadas. Estava procurando isso. Foi um coaching de carreira que a OAB nos ofereceu”, afirma.

Compartilhar / imprimir: