Publicações OAB-GO

17/11/2020 21:00

Nota pública de agradecimento às forças de Segurança do Estado de Goiás

É com muita satisfação que Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) vem a publico parabenizar as forças de Segurança do Estado de Goiás pelo brilhante trabalho que resultou nas prisões de executores, intermediários e mandantes dos bárbaros assassinatos dos advogados Marcus Aprígio Chaves e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, ocorridos nesta Capital no último dia 28 de outubro.

A atuação irrepreensível das corporações envolvidas nas investigações motiva o contentamento de toda a advocacia goiana e afasta deletéria sensação de impunidade que ao longo dos anos vem estimulando toda sorte de crimes envolvendo a profissão do advogado. A OAB-GO exige e sempre cobrará do Estado atuação firme quando necessário. É seu dever constitucional. Mas também sabe reconhecer o esforço, a dedicação e a competência das nossas polícias, que hoje nos enche de orgulho.

Vai aqui menção especial aos esforços da Polícia Civil de Goiás, pelo trabalho da Delegacia Estadual de Homicídios, da Genarc de Catalão, do Instituto de Identificação e da Polícia Técnico-Científica; da Polícia Civil do Tocantins; da Força Nacional de Segurança Pública; e subsidiariamente ao Ministério Público e ao Poder Judiciário.

Nunca é demais repisar que atentados à vida do advogado, um dos pilares da Justiça, tem a força de abalar o estado democrático. O instituto da Advocacia representa a voz do cidadão diante do poder estatal. Portanto, atacar o advogado no cumprimento de sua missão é atacar a própria cidadania. Daí a importância do feito da polícia goiana em defender não a OAB ou os advogados, mas toda a sociedade.

Por fim, elucidado o crime, a OAB-GO continua vigilante, acompanhando o caso com muita atenção. Para que os malfeitores sejam levados às barras dos tribunais e exemplarmente punidos pelo mal que fizeram a dois jovens e brilhantes profissionais; às famílias enlutadas, amigos, colegas; e a todos os goianos que acreditam na democracia, no Direito e na Justiça para a solução pacífica dos conflitos. 

Lúcio Flávio Siqueira de Paiva
Presidente da OAB-GO

Compartilhar / imprimir: