Publicações OAB-GO

16/06/2021 12:00

Nota pública a respeito de Operação Patrocínio Infiel

A Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) vem a público manifestar indignação com a conduta panfletária da Polícia Civil do Estado de Goiás na divulgação da Operação Patrocínio Infiel. A começar pelo nome, agressivo e desrespeitoso de toda a advocacia goiana e brasileira, pois que não se dedica a separar o joio do trigo. Trata-se de uma conduta completamente incompatível com a seriedade devida a uma operação policial.

É certo que há maus advogados, assim como existem os maus policiais. São, porém, a exceção, não a regra, e a gloriosa Polícia Civil do Estado de Goiás lamentavelmente não se esforçou para fazer essa indispensável distinção.

Faz saber a OAB-GO que esse tratamento dado à advocacia não poderia ficar sem resposta, já que é sabido da autoridade policial que a instituição jamais se furtou a colaborar com qualquer investigação envolvendo advogados e, mais que isso, nunca deixou de punir os que se desviam da boa conduta com os maiores rigores da lei, em proteção da classe e da sociedade.

Nunca é demais lembrar que a advocacia é essencial à democracia, ao Estado de Direito e à defesa do cidadão. Qualquer tentativa de criminalizar a profissão é uma atentado à Constituição e à liberdade. 

Dito isso, a OAB-GO informa que acompanha com muita atenção o desenrolar da operação desde sua deflagração na manhã desta quarta-feira (16), por meio de sua Comissão de Direitos e Prerrogativas, e aguarda o desfecho das investigações para adotar as providências cabíveis e necessárias que o caso requer.

Lúcio Flávio Siqueira de Paiva
Presidente da OAB-GO

Compartilhar / imprimir: