Publicações OAB-GO

09/06/2015 12:48

OAB-GO defende fortalecimento da Língua Portuguesa e da cultura lusófona

O presidente da Comissão de Ensino Jurídico da OAB-GO e representante da Ordem dos Advogados do Brasil para a Reforma Ortográfica, Carlos André Pereira Nunes, discutiu o Tratado Internacional da Língua Portuguesa, na Ordem dos Advogados de Portugal (OAP), no final de maio, em visita a Portugal. Na oportunidade, o livro O Novo CPC - As Conquistas da Advocacia foi entregue à Bastonária da OAP, Elina Fraga.

Segundo Carlos André, em reunião com a Bastonária da OAP, foi decidido que a OAB e a OAP acompanharão, por meio de diálogo com os Governos e com as Academias de Ciências e de Letras,  a implantação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, para que ele cumpra o objetivo de fortalecimento da cultura lusófona no mundo. 

O advogado acrescentou, também, que foi acordado que as duas instituições indicarão, por meio de juristas e linguistas, às Academias de Ciências de Lisboa e Brasileira de Letras, a inclusão de  palavras do mundo jurídico que sofreram alteração com a Nova Ortografia. "A língua é uma das representações materiais da cultura de um povo. É por ela que as nações se expressam. A Ordem dos Advogados é defensora  inquestionável do fortalecimento da Língua Portuguesa e da cultura lusófona", afirmou.

Conforme o representante da OAB em Portugal será agendada nova reunião para o segundo semestre deste ano. Nela serão apresentadas as deliberações aos governos e às academias. (Texto: Denise Rasmussen – Assessoria de Comunicação da OAB-GO)



Compartilhar / imprimir: