Publicações OAB-GO

26/07/2022 12:00

OAB-GO solicita informações, promove vistoria e exige investigação rigorosa de mortes na CPP

A Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO), por intermédio de suas comissões de Direitos Humanos, de Direitos e Prerrogativas, de Segurança Pública e Política Criminal e Especial de Execução Penal, reputa como gravíssimas as mortes de três detentos sob guarda do Estado nas dependências da Casa de Prisão Provisória (CPP) do Complexo Penitenciário Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia, nesta terça-feira (26/07).

Insta a OAB-GO que a autoridade policial judiciária e a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) promovam apuração rápida e rigorosa das circunstâncias dessas mortes para que o Poder Judiciário puna exemplarmente os responsáveis. 

Como ato inaugural, a Presidência da OAB-GO expediu ofício endereçado à DGAP solicitando informações sobre o ocorrido. Designou, ainda, membros da CDH e CDP para realizar nas próximas horas uma vistoria nas dependências da CPP. Por fim, vai instituir uma comissão de advogados para acompanhar as investigações, cobrar rapidez e contribuir na elucidação dos crimes.

 

Rafael Lara Martins, presidente da OAB-GO

Larissa Junqueira Reis Bareato, presidente da CDH

Alexandre Pimentel, presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas

Tadeu Bastos Roriz e Silva, presidente da Comissão de Segurança Pública e Política Criminal

Matheus Moreira Borges, Comissão Especial de Execução Penal

Compartilhar / imprimir: