Publicações OAB-GO

14/09/2017 13:00

OAB entrega doações a abrigos de animais

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) realizou, na manhã desta quinta-feira (14 de setembro), a entrega de doações às instituições Recanto Anjos Peludos e Miau Auau. As duas entidades receberam 100 kg de ração cada e diversos materiais de limpeza.

As doações fazem parte da segunda etapa da Campanha "Você Não Está Sozinh@, Chame um Advogad@", promovida pela OAB-GO. Nesta fase da campanha de valorização da advocacia, são arrecadadas doações para ONGs e instituições carentes. Os escritórios de advocacia e empresas que contribuem com doações recebem certificado de reconhecimento e participação da Ordem, ao final de cada entrega.

Participaram da entrega: a secretária-geral adjunta da OAB-GO e presidente da Comissão de Direito Previdenciário e Securitário (CPDS), Delzira Menezes; a  presidente da Comissão Especial de Proteção e Defesa Animal (CEPDA), Pauliane Rodrigues da Silva Mascarenhas; a representante da Comissão Especial das Voluntárias Advogadas (CEVA), Alessandra Nardini; e a representante da Comissão do Advogado Professor (CAPRO), Rosângela Magalhães.

O trabalho das comissões foi parabenizado pela secretária adjunta da OAB-GO. Delzira ainda comentou que esta iniciativa confirma o papel social da Ordem. “Através destas ações vemos a importância da responsabilidade social da OAB em ajudar e doar, independente de qual instituição seja”, afirmou.

A presidente da CEPDA e militante na Defesa Animal, Pauliane Rodrigues, destacou que é dever de todos se unir e ajudar a causa animal. “Essa ação nos mostra que os animais são seres dotados de sentimentos e todo mundo tem que proteger e adotar. Ajudar aos animais é um dever de todos, não só de uma instituição”, diz.

A fundadora do abrigo Miau Auau, Camila Amorim, expressou sua satisfação em fazer parte do projeto e receber as doações. “É muito bom ver a Ordem se preocupando com tantas instituições de vários segmentos da nossa cidade. Nossa cidade precisa entender mais sobre essa questão da solidariedade e com toda certeza essas doações vão ajudar muito”, afirma.

Instituição

O abrigo Recanto Anjos Peludos atende cerca de 200 animais e todos são resgatados em situações precárias, vítimas de zoofilia, acidentes, violência e abandono. A protetora animal e fundadora da ONG, Luciula Cascão, revela que as doações são muito importantes. “Estamos muito felizes em receber as doações, esta iniciativa é bastante válida. E esta ação contribui para o fortalecimento da nossa instituição e para que nos sintamos motivados”, comenta Luciula.

A advogada e membro da Comissão Especial da Voluntária Advogada (CEVA), Alessandra Nardini, disse que esses trabalhos mostram a preocupação da OAB com a sociedade. “A CEVA tem realizado trabalhos fantásticos como esses e nós não podemos parar. Nosso objetivo é cada vez mais expandir os contatos e fazer com que as comissões intensifiquem os trabalhos juntos à população de maneira geral”, afirma a advogada.

A presidente da Comissão do Advogado Professor, Rosângela Magalhães, frisou que a CAPRO optou em ajudar instituições animais devido ao grande descaso. “São tantas as instituições que precisam de ajuda e a Ordem tem como capitalizar essas doações de forma mais intensa do que o cidadão individualmente e essas instituições dos animais precisam de doações constantes”, comentou. 

Compartilhar / imprimir: