Publicações OAB-GO

30/12/2016 10:00

PJD: TJ divulga porcentagem de processos disponibilizados até 29/12

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) está acompanhando de perto, desde o último dia 02 de dezembro, a digitalização de processos no Tribunal de Justiça de Goiás. Semanalmente, a seccional tem divulgado os dados recebidos do tribunal com as parciais da quantidade de processos que já se encontram totalmente digitalizados e disponíveis no Sistema de Processo Judicial Digital (PJD), separado por varas. Os dados mais recentes foram atualizados pelo TJ nesta quinta-feira (29).

Na 1ª Vara Cível, de 5.008 processos entregues, foram disponibilizados disponíveis 26,58% no PJD; na 14ª Vara Cível, não houve alteração, seguindo disponíveis 24,93% dos 4.773 processos entregues já encontram-se disponíveis; na 4ª Vara Cível – Juiz I, de 4.665 processos entregues, 77,94% encontram-se no PJD; na 13ª Vara Cível, de 3.813 processos entregues para digitalização, 47,42% já foram finalizados; e na 16ª Vara Cível, também seguem disponíveis no PJD 78,55% de 3.040 processos. Os dados da 3ª Vara não foram disponibilizados.

Veja o comparativo semanal da evolução nos trabalhos na tabela abaixo. A tabela pode ser conferida aqui (arquivo PDF): 



 

Liberação no PJD – data e quantidade (em%)

ESCRIVANIA

INÍCIO

25/11

29/11

02/12

07/12

09/12

12/12

16/12

29/12

1ª Cível – Juiz I

01/07/16

19,31%

19,31%

19,33%

19,35%

19,35%

19,41%

19,41%

26,58%

3ª Cível – Juiz I

01/07/16

26,73%

26,73%

40,74%

45,05%

60,00%

63,29%

63,29%

Não informado

14ª Cível

01/07/16

14,94%

14,94%

14,98%

24,93%

24,93%

24,93%

24,93%

24,93%

4ª VARA CÍVEL – JUIZ I

19/10/16

17,19%

26,09%

41,44%

60,36%

60,36%

60,36%

69,54%

77,94%

13ª VARA CÍVEL

18/11/16

7,84%

7,84%

7,84%

7,84%

7,84%

7,84%

24,06%

47,42%

16ª VARA CÍVEL

19/09/16

32,86%

32,86%

50,72%

72,66%

72,66%

75,59%

78,55%

78,55%

 

Antes de ficarem disponíveis on-line, os processos passam por uma verdadeira “linha de montagem”. De acordo com o Tribunal de Justiça, o processo inicia com a disponibilização dos arquivos físicos pelas varas para serem escaneados. Esses arquivos precisam ser preparados para este procedimento (são higienizados, retiram se grampos, etc).

Passada esta etapa, o material escaneado passa pela conferência do controle de qualidade, responsável pela conferência, para certificar que o processo digital corresponde na íntegra ao que consta nos papéis (se não falta nenhuma página) e se é possível melhorar as imagens digitalizadas. É a fase que mais leva tempo, pois exige muita atenção e é um procedimento manual.

Na sequência, são atribuídos índices classificadores a cada processo, para sua referida localização. Para este trabalho, o TJ conta com o apoio de advogados ou bacharel em Direito. O material é então encaminhado para o setor de Informática do Tribunal, que faz um termo de remessa com 20% de amostragem do lote, para nova avaliação que irá aprovar ou não o lote. Só depois desta nova aprovação, é feito o upload dos processos para sua efetiva disponibilidade do PJD.

(Texto: Marília Noleto - Assessoria de Comunicação Integrada da OAB-GO) 

Compartilhar / imprimir: