Publicações OAB-GO

27/12/2016 09:00

Caso Walmir da Cunha: Polícia Civil cumpre mandados de prisão e condução coercitiva


A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) informa que nesta manhã de terça-feira (27) a Polícia Civil do Estado de Goiás cumpriu dois mandados de prisão e outros três de condução coercitiva de suspeitos de participarem do atentado a bomba no escritório do advogado Walmir Oliveira da Cunha, no mês de julho do corrente ano.

Os mandados de prisão também estão sendo acompanhados pela Polícia Federal (PF), haja vista o envolvimento de policiais federais na fabricação e envio do artefato explosivo.

LEIA TAMBÉM: APÓS SEIS DIAS, WALMIR DA CUNHA RECEBE ALTA DO HUGO
LEIA TAMBÉM: PC DIVULGA FOTO DO SUSPEITO DE REALIZAR ATENTADO A BOMBA CONTRA WALMIR CUNHA

A Comissão de Direitos e Prerrogativas (CDP), que vem acompanhando todas as fases da investigação, informa que, assim que confirmada a autoria do crime, atuará como assistente de acusação, posto que não restam dúvidas de que o crime foi praticado em razão do exercício profissional do advogado Walmir Cunha.

O presidente da comissão, Érlon Fernandes, exalta o esforço da polícia para elucidação do crime. “A OAB/GO, desde logo, ressalta a atuação da Polícia Civil do Estado de Goiás, em especial do delegado Branco, que não está medindo esforços para a resolução desde crime, cuja motivação foi a simples atuação profissional do Dr. Walmir da Cunha”, afirma.

(Assessoria de Comunicação Integrada) 

Compartilhar / imprimir: