Publicações OAB-GO

02/05/2018 18:00

Após pedido da OAB-GO, TJ anuncia avanços na prestação jurisdicional em Trindade

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, apresentou na tarde desta quarta-feira (2 de maio) ao presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), desembargador Gilberto Marques, reivindicações da advocacia de Trindade, com o objetivo de garantir avanços na prestação jurisdicional no município. 

O presidente da subseção de Trindade, Marcelino Galindo, que participou da reunião, realizada na Sala da Presidência do TJ-GO, destacou o acúmulo de processo como principal entrave. Segundo ele, há no município, atualmente, 8.315 processos por juiz, sendo esta a segunda comarca em Goiás com maior número neste quesito.

Esta demanda havia sido apresentada à diretoria da OAB-GO pela advocacia local durante a passagem do programa OAB Ouve – que busca manter diálogo diretos com profissionais diretamente nas subseções e promover a solução para os problemas apresentados – pelo município da Região Metropolitana.

Como solução imediata, o desembargador Gilberto Marques afirmou que irá realizar uma mudança de competência em relação aos juizados, com o objetivo de “desafogar” o número de processos distribuídos por juiz da comarca. Outra solução será realocar um juiz substituto para dar apoio na Segunda Vara Cível.

Avaliação
Lúcio Flávio destacou a disposição do chefe do Judiciário local em atender as demandas apresentadas pela advocacia local. “O desembargador se mostrou disposto a encontrar soluções para resolver a demanda de Trindade”, afirmou Lúcio Flávio.

O desembargador, por sua vez, frisou da necessidade de união. “A união entre Poder Judiciário e à advocacia é importante. Encontramos uma solução para amenizar a angústia em Trindade”, resumiu Gilberto Marques.

Participaram ainda da reunião a secretária-geral adjunta da OAB-GO, Delzira Menezes; a vice-presidente da subseção de Trindade, Néli Cárita Máximo Figuerêdo; a conselheira seccional Lilian Pereiro de Moura, além de advogados que militam em Trindade.

Compartilhar / imprimir: