Publicações OAB-GO

30/11/2018 18:00

Lúcio Flávio é reeleito e vai comandar a OAB no próximo triênio

O atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, venceu as eleições gerais da entidade realizadas nesta sexta-feira (30 de novembro). A chapa “Pra Frente OAB” ficou na primeira colocação com 55,20% dos votos válidos, o que representa 10.283 votos válidos registrados.

O segundo lugar na disputa ficou com Pedro Paulo Guerra de Medeiros, da “Chapa Nova OAB”, com 38,89% votos (o equivalente a 7.245 votos válidos).  Alexandre Caiado, da Chapa “OAB pra Você” ficou em terceiro lugar, com 5,91% dos votos (o equivalente a 1.101). Os votos brancos e nulos somaram 558 votos (ou 2,91%).

Reeleito, Lúcio Flávio comandará a OAB-GO no triênio 2019-2021. Permanecem na gestão a atual diretoria: Thales Jayme (vice-presidente), Jacó Coelho (secretário-geral), Roberto Serra da Silva Maia (tesoureiro), Delzira Menezes (secretária-geral adjunta).

Para representar a seccional goiana em Brasília, foram eleitos como conselheiros federais: Marcello Terto e Silva, Marisvaldo Cortez Amado e Valentina Jugmann (titulares); Dalmo Jacob, Fernando de Paula e Rafael Lara Martins (suplentes).

A composição da Casag, por sua vez, será a seguinte: Rodolfo Otávio Pereira da Mota Oliveira (presidente); David Soares da Costa (vice-presidente); Valéria Alves dos Reis Menezes (secretária-geral); Nadim Neme Neto (secretário-geral adjunto); Carlos Eduardo Ramos Jubé (tesoureiro).

A contagem de votos teve início às 17 horas desta sexta-feira, com o fim das votações. O resultado consolidado, com 100% das urnas apuradas, foi conhecido às 18h48.
  
Universo eleitoral
 
O colégio eleitoral de Goiás está entre os dez maiores do Sistema OAB e conta com 26.411 profissionais aptos a votar (de um universo de 36.274 inscrições ativas), distribuídos por 116 seções eleitorais em todo o Estado.
 
Em Goiânia, maior colégio eleitoral do Estado, com 15.925 votantes, o pleito se concentrou nas 38 seções eleitorais instaladas no Centro de Cultura e Convenções. O registro do voto na capital foi em 37 urnas eletrônicas, emprestadas pelo TRE-GO.
 
Já em Anápolis, segundo maior colégio eleitoral do Estado, a votação ocorreu na sede da subseção. Divididos em quatro seções eleitorais, 1.655 advogados estavam aptos a votar nas quatro urnas eletrônicas.
 
Em Aparecida de Goiânia, terceiro maior colégio, 921 advogados aptos foram divididos em duas subseções e registraram seus votos em duas urnas cedidas pelo TRE. Rio Verde, por sua vez, com 851 advogados aptos, também contou com duas urnas eletrônicas.
 

Atualizada às 18h48

Compartilhar / imprimir: