Publicações OAB-GO

22/07/2019 11:00

Centenas de advogados marcaram presença em Festival de Axé

O Centro de Cultura, Esporte e Lazer da Advocacia (CEL) foi sede do Axé Pool Festival, na tarde do último sábado (20). Com muita música e animação, o evento organizado pela Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (CASAG) contou com a participação de cinco bandas de axé e um clube lotado de advogados e familiares, com mais de 1.500 participantes.

De acordo com o presidente da CASAG, Rodolfo Otávio Mota, a iniciativa foi mais uma ação da entidade voltada para o lazer e o bem-estar da família da advocacia goiana. “Realizamos esse evento durante as férias de julho para oferecer mais uma opção de diversão a toda a família dos advogados. Ficamos sempre muito alegres quando temos a oportunidade de proporcionar momentos felizes como essa tarde no clube”, afirmou.

O festival contou com a participação dos grupos integrantes do movimento Axé pra Nós (Marcação Cerrada, Saca na Geral, Zheel Chicleteiro, Danilo Guedes e MaLuê) e relembrou os maiores sucessos do axé, com clássicos de grupos como Chiclete com Banana, Banda Eva, É o Tchan e Babado Novo. 

Para o secretário-geral adjunto da CASAG, Nadim Neme Neto, a ação é um resgate da cultura do axé em Goiânia, que já arrastou multidões na capital nas últimas décadas do século passado. “Esse festival é um resgate da cultura do axé que tanto sucesso fez na época de eventos como o Carná Goiânia. A CASAG está devolvendo essa magia aos advogados de Goiás”, disse.

A diretora secretária-geral da entidade, Valéria dos Reis Menezes, concorda. Para ela, um dos objetivos da Caixa de Assistência é investir na cultura e no lazer dos profissionais da advocacia. “Nós queremos deixar a marca da cultura, do entretenimento, do congraçamento entre a advocacia. E nós vamos investir no CEL porque esse é o lugar de nos encontramos, da advocacia se reunir”, explicou.

De acordo com o diretor tesoureiro da CASAG, Carlos Eduardo Ramos Jubé, a ideia de eventos como o festival de axé é justamente criar uma oportunidade de confraternização entre a advocacia, apresentando o CEL como boa opção de lazer. “Esse foi nosso primeiro festival musical de grande porte e, com a boa acolhida do público, certamente teremos outros. Nós queremos investir na cultura, porque a cultura une as pessoas”, comentou. 

O evento que mobilizou a advocacia da capital goiana, também contou com a presença dos profissionais do interior. O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Goiás, em Senador Canedo, João Coelho, foi um dos representantes da advocacia do interior que marcou presença no evento e aproveitou para convidar os colegas a frequentarem o clube: “Quero parabenizar o presidente Rodolfo Otávio pelo evento e dizer ao advogado do interior que às vezes vem a Goiânia, que também venha ao CEL, porque aqui é o lugar da família da advocacia”. 

Compartilhar / imprimir: